pt-PTen-USes-ESfr-FRde-DE
 

Pesca Às corvinhas do Tejo

Quer pescar um troféu?

Horário do programa

Partida da Marina do Parque das Nações, Lisboa – Período de 1 Maré

Preço

40€ por participante

Descrição da atividade

Pesca com amostras em pesqueiros que variam entre os 3 e os 15 metros de profundidade.

Espécies alvo de captura: Corvina e Robalo

Inclui:

  • Aluguer de embarcação com tripulação
  • Seguro para todos os ocupantes
  • Assistente de Pesca
  • Águas

Suplementos disponíveis

Aluguer de todo o material de pesca, Iscos ou Amostras

Transporte diário Lisboa/Sesimbra/Lisboa - A partir de 25€ por participante!

Mínimo de participantes: 3 participantes

Conselhos uteis

Deverá trazer calçado confortável, corta-vento.


Para reservar ligue
+351 910658555 / +351 916205429
ou envie o email para
info@bolhastours.com

Pesca às corvinas, no Rio Tejo, em Lisboa

A equipa do Bolhas MT - Follow Sensations realiza saídas para a pesca às Corvinas XXL, cuja época de maior concentração no rio Tejo se situa entre maio e junho.

A pesca à corvina no Rio Tejo realiza-se ao corrico ou à deriva, com amostras especificas para estes predadores que permitem ao pescador desportivo ter a oportunidade de pescar corvinas entre os 10 e os 60 Kg!

Está pronto para o combate?

Recebemos marcações para as nossas saídas de pesca embarcada às grandes corvinas do Rio Tejo. Fazemos saídas de pesca à corvina desde 2013 com partida da Marina do Parque das Nações, em Lisboa.

Quer pescar um troféu? Faça a marcação para garantir a sua oportunidade de capturar a mítica e gigante corvina. Aceitamos marcações para a pesca da corvina, normalmente, a partir de Maio.

Propomos-lhe a si e ao seu grupo de amigos, uma saída embarcada para a pesca da corvina que regressa ao Rio Tejo todas as Primaveras. Queremos proporcionar dias cheios de adrenalina e muita tensão nas linhas de pesca!

Dicas para a pesca embarcada à corvina no Rio Tejo

  • Use linhas de pesca em fluorcarbono para as suas baixadas. São resistentes e permitem alguma flexibilidade quando está a combater com grandes exemplares de corvinas;
  • Existem diversas marcas de vinis no mercado, sendo algumas específicas para a pesca à corvina. Não hesite em contactar-nos para saber quais as melhores amostras para as corvinas, os pesos de cabeçotes e as cores que estão a ter melhores resultados na pesca à corvina no rio Tejo;
  • Não arrisque e nunca feche totalmente a embraiagem "drag" do carreto enquanto pesca. Caso ferre uma corvina XXL irá necessitar da embraiagem para cansar estes exemplares extraordinários; peixes que podem chegar aos 60 kg de peso;
  • No carreto, use multifilamentos de pesca, da melhor qualidade! As grandes corvinas que pescar irão por à prova este fio;
  • Sabia que a corvina é um peixe sensorial? O correto trabalhar da amostra de vinil com o cabeçote certo, desperta, neste predador, o ataque! Nas nossas saídas de pesca embarcada à corvina, conte com a nossa ajuda para o aconselhar a trabalhar a amostra da melhor forma;
  • Coloque um "Assist hook" no seu vinil e poderá aumentar as hipóteses de ferrar a sua corvina de sonho! Este anzol adicional fará a diferença na pesca das corvinas, ferrando melhor o peixe;
  • Experimente a pesca das corvinas à Zagaia! Em certas situações é mais correto usar uma zagaia e as corvinas poderão responder melhor a esta amostra quando não estão a atacar outras.

Curiosidades sobre a corvina (Corvina legítima - Argyrosomus Regius)

Fique a conhecer melhor as corvinas e aumente as probabilidades de uma boa pesca.

Esta espécie, que se pesca por toda a nossa costa, é essencialmente carnívora tendo a tendência para aparecer em pequenos cardumes. Aguenta grandes diferenças de salinidade e, por essa mesma razão, podem ser encontrados exemplares de corvinas em estuários como o do Rio Tejo, em Lisboa ou no Rio Sado em Setúbal.

Na pesca, as corvinas são uma das espécies mais procuradas por quem gosta de trabalhar com iscas naturais de fundo, com zagaias ou com amostras de vinil ao corrico.

Tamanho mínimo para captura da corvina: 42cm.

Tamanho máximo registado: 2,55 metros, com um peso de 138 kg..

Diferenças entre corvinas e robalos

A corvina-legítima, ou simplesmente corvina, é parecida na sua forma com um robalo, razão pela qual poderá, nos exemplares mais pequenos, ser confundida. Mas é facilmente diferenciada, quer pela sua maior dimensão (nos maiores exemplares), quer pela disposição em diagonal das escamas dos flancos ou ainda pela sua linha lateral conspícua (que se prolonga até à barbatana caudal). Estas características particulares tornam os exemplares de corvina-legítima e robalo legítimo fáceis de distinguir.

Hábitos das corvinas

As corvinas vivem, preferencialmente, junto ao fundo, em solos arenosos ou de lama, até aos 100 metros de profundidade, mas é também habitual serem encontradas em cardume a circular grandes pedras. É comum as corvinas aparecem em zonas de água salobra, como estuários e/ou braços de mar, principalmente na sua época de desova. Na pesca da corvina, no Rio Tejo, em Lisboa, são habitualmente pescadas corvinas entre os 3 e 30 kg, sendo a época mais forte entre a Primavera e Verão, quando entra no estuário para desovar.

Pode ser encontrada por toda a costa portuguesa até ao Golfo da Gasconha.

Para comunicar e para manter os exemplares de um cardume juntos, especialmente em águas muito turvas, as corvinas emitem um som semelhante a um ronco que pode até assustar os pescadores com menos experiência.

Não hesite em contactar-nos para mais informações sobre tudo o que necessitará para disfrutar de um excelente dia de pesca embarcada às corvinas no Rio Tejo em Lisboa!

Reduza a sua pegada ecológica - Promovemos a captura selectiva de exemplares nas nossas jornadas de pesca desportiva de alto mar respeitando medidas mínimas de captura e pesos por forma a todos participarmos activamente no esforço de conservação e sustentabilidade das espécies.

Preços especias para Grupos e Empresas, contacte-nos.